A A A

Histórico



Breve Histórico

A idéia de constituir-se no Brasil uma sociedade de estudiosos da linguística começou a ser cogitada na segunda metade da década de 60 do século passado, A fundação deu-se em janeiro de 1969, durante a realização, em São Paulo, do III Instituto Interamericano de Linguística e II Instituto Brasileiro de Linguística, em reunião promovida por Joaquim Mattoso Câmara Jr., então presidente da Asociación de Linguística y Filología de América Latina (ALFAL), na Faculdade de Filosofia Sedes Sapientiae da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Embora a inclinação geral dos fundadores fosse atribuir a presidência da nova associação a Mattoso Câmara Jr., que era incontestavelmente o grande nome da linguística brasileira, este não aceitou essa atribuição, por já estar com a responsabilidade pela presidência da ALFAL, e propôs para essa primeira presidência Aryon Dall’Igna Rodrigues, então coordenador do Programa de Pós-Graduação em Linguística do Museu Nacional e diretor do II Instituto Brasileiro de Linguística. O Conselho Científico foi integrado por Joaquim Mattoso Câmara Jr. (UFRJ), Nélson Rossi (UFBA), Isaac Nicolau Salum (USP), Geraldo Lapenda (UFPE), Jurn Jacob Philipson (USP) e Ataliba Teixeira de Castilho (FFCL de Marília, SP). A ABRALIN contou com gestões bianuais conforme descrição abaixo:

1. Aryon Rodrigues (Museu Nacional-UFRJ, 1969-1973)
2. Ângela Vaz Leão (UFMG, 1973-1975)
3. Nelson Rossi (UFBA, 1975-1977)
4. Carlos Franchi (UNICAMP, 1977-1979)
5. Yonne de Freitas Leite (Museu Nacional-UFRJ, 1979-1981)
6. Francisco Gomes de Matos (UFPE, 1981-1983)
7. Ataliba T. de Castilho (UNICAMP, 1983-1985)
8. Carlos Alberto Faraco (UFPR, 1985-1987)
9. Miriam Lemle (UFRJ, 1987-1989)
10. Maria Bernadete Marques Abaurre (UNICAMP, 1989-1991)
11. Diana Luz Pessoa de Barros (USP, 1991-1993)
12. Suzana Alice Marcelino da Silva Cardoso (UFBA, 1993-1995)
13. Maria Denilda Moura (UFAL, 1995-1997)
14. Leonor Scliar-Cabral (UFSC, 1997-1999)
15. Maria Elias Soares (UFCE, 1999-2001)
16. Maria Cecília de Magalhães Mollica (UFRJ, 2001-2003)
17. Lúcia Maria Pinheiro Lobato (UNB, 2003-2005)
18. Thaïs Cristófaro Silva (UFMG, 2005-2007)
19. Dermeval da Hora (UFPB, 2007-2009) 20. Maria José Foltran (UFPR, 2009-2011)
21. Luiz Passeggi (UFRN, 2011-2013)
22. Marília Ferreira (UFPA, 2013-2015)
23. Mariângela Rios de Oliveira (UFF, 2015-2017)
24. Miguel Oliveira, Jr. (UFAL, 2017-2019)

O Congresso Internacional da ABRALIN, o Instituto de Linguística da ABRALIN e o evento satélite ABRALIN em Cena se realizaram com regularidade nas gestões da ABRALIN, congregando pesquisadores discentes e docentes da área.

 

Histórico de Eventos da ABRALIN

O primeiro Congresso Internacional foi realizado em Salvador em 1994, na gestão da Profa. Suzana Alice Cardoso (UFBA). Em 1997 a Profa Maria Denilda Moura organizou o I Congresso Nacional da ABRALIN (UFAL). O II Congresso Nacional da ABRALIN foi realizado em Florianópolis na gestão da Profa. Leonor Scliar-Cabral (UFSC) em 1999. Em 2001 ocorreu em Fortaleza, o II Congresso Internacional, na gestão da Profa. Maria Elias Soares (UFCE). O III Congresso Internacional realizou-se no Rio de Janeiro, em março de 2003, na gestão da Profa. Maria Cecília Mollica (UFRJ). Em 2005, durante a gestão da Profa. Lúcia Lobato ocorreu, em Brasília, o IV Congresso Internacional da ABRALIN. O V Congresso Internacional da ABRALIN teve lugar em Belo Horizonte, durante a gestão da Profa. Thaïs Cristófaro Silva (UFMG). O VI Congresso Internacional foi organizado sob a gestão do Prof. Dermeval da Hora (UFPB). Em fevereiro de 2011, realizou-se o VII Congresso Internacional da ABRALIN, sob a gestão da Profa. Maria José Foltran (UFPR). O O VIII Congresso Internacional aconteceu em Natal, durante a gestão do Prof. Luiz Passeggi (UFRN). Em março de 2015, aconteceu o IX Congresso Internacional da ABRALIN, sob a gestão da Profa. Marília Ferreira (UFPA). O X Congresso Internacional teve lugar em março de 2017, durante a gestão da Profa. Mariângela Rios de Oliveira (UFF). Esses eventos têm promovido a integração de linguistas brasileiros e estrangeiros e têm constituído um importante fórum para discussão do estado da arte da linguística, suas sub-áreas e suas interfaces. Em 2019 será realizado em Maceió o XI Congresso Internacional da ABRALIN durante a gestão do Prof. Miguel Oliveira, Jr. (UFAL). Na ocasião, serão comemorados os 50 anos de existência da ABRALIN.

Tradicionalmente, os congressos da ABRALIN são precedidos e seguidos de um Instituto de Linguística. A idéia central dos Institutos Brasileiros de Linguística é levar o ensino da linguística para universidades das diversas regiões do país. Os Institutos de Linguística da ABRALIN contribuíram e contribuem para estimular o desenvolvimento do estudo da linguística nas nossas universidades, auxiliando na formação acadêmica dos seus professores e alunos. A ABRALIN retomou a série denominada Instituto Brasileiro de Linguística, a partir de sua gestão em Recife, em 1982, por iniciativa da Dra. Adair Pimentel Palácio, na gestão presidida por Francisco Gomes de Matos. Desde então, foram organizados pela Associação 11 institutos. Nos últimos anos esses Institutos Brasileiros de Linguística têm sido bienais, em geral, na instituição que sedia a respectiva diretoria da Associação. Em 2019 ocorrerá o XXIV Instituto de Linguística em Maceió.

Em 2008, inicia-se, por iniciativa do Prof. Dermeval da Hora, a série de eventos ABRALIN em Cena, tendo como objetivo incentivar o intercâmbio entre pesquisadores das diversas regiões brasileiras, priorizando as linhas de pesquisa dos Programas de Pós-Graduação da localidade onde se realiza o evento e as demandas da sociedade brasileira contemporânea. Das regiões do país, priorizam-se também aquelas nas quais a atividade científica em Linguística se encontra em nível mais emergente, fazendo do ABRALIN em Cena espaço ótimo para o incremento da pesquisa na região contemplada, bem como sua visibilidade em nível nacional. Observando-se os eventos já realizados nesse contexto, nas cidades de Boa Vista e Campo Grande (2008), Vitória (2009), Cuiabá e Aracaju (2012), Manaus e Palmas (2014), Macaé e Maceió (2016), bem como as temáticas contempladas, como ensino e aprendizagem de línguas, Libras, política linguística, línguas indígenas, demandas da Educação Básica, entre outros, constata-se a regularidade desse empreendimento acadêmico e o êxito da iniciativa, que se organiza em torno de palestras, mesas-redondas, minicursos e apresentação de resultados de pesquisa desenvolvidos na região onde se realiza o evento. Em 2018 acontecerá versão do ABRALIN em Cena no Piauí.

Em fevereiro de 2018 a ABRALIN realiza a I Escola de Verão da Associação Brasileira de Linguística (ABALIN), que tem por objetivo oferecer cursos de curta-duração, com especialistas renomados, abrangendo as diferentes áreas de atuação da ABRALIN. Trata-se de um evento que busca apresentar e discutir tendências teóricas e metodológicas mais recentes em um espaço democrático de formação e atualização de conhecimentos. A Escola de Verão acontece no interstício do Congresso Internacional & Instituto de Linguística da ABRALIN, evento bianual que se configura como o maior e mais importante na área de Linguística no Brasil. Apresenta-se, portanto, como uma possibilidade tanto de capacitar potenciais apresentadores para o Congresso, quanto de dar uma oportunidade àqueles que não poderão (ou não puderam) participar do Congresso & Instituto da ABRALIN de estarem envolvidos em uma atividade de formação da Associação. Embora o evento tenha como alvo principal os sócios da ABRALIN, ele está aberto para toda a comunidade, ao contrário do Congresso & Instituto da ABRALIN.

Associe-se

Conheça as vantagens em se associar a Abralin.
Associe-se agora »

Eventos

Fique a par de todos os eventos da Abralin
Ver Todos »